top of page
Buscar

10 Mandamentos do Instrutor

Os "10 mandamentos do instrutor" são princípios e diretrizes que podem ajudar os instrutores a desempenhar seu papel de forma eficaz. Aqui estão alguns exemplos:

  1. Conheça seu público: Entenda as necessidades, interesses e níveis de habilidade dos seus alunos para adaptar seu ensino de acordo.

  2. Esteja preparado: Planeje suas aulas com antecedência, incluindo materiais, recursos e atividades relevantes para alcançar os objetivos de aprendizagem.

  3. Seja claro e conciso: Comunique-se de forma clara e simples, evitando jargões ou linguagem técnica excessiva que possa confundir os alunos.

  4. Estimule o engajamento: Mantenha os alunos envolvidos e motivados, incorporando atividades interativas, perguntas e discussões em suas aulas.

  5. Seja paciente e acessível: Esteja disposto a ouvir e responder às dúvidas e preocupações dos alunos, mostrando empatia e respeito pelo seu processo de aprendizagem.

  6. Promova um ambiente de respeito: Crie um ambiente seguro e inclusivo onde os alunos se sintam confortáveis para compartilhar suas ideias e opiniões sem medo de julgamento.

  7. Forneça feedback construtivo: Dê feedback regular aos alunos sobre seu desempenho, destacando seus pontos fortes e oferecendo sugestões para melhorias.

  8. Promova o pensamento crítico: Incentive os alunos a questionar, analisar e aplicar o conhecimento de forma crítica, em vez de apenas memorizar informações.

  9. Seja flexível e adaptável: Esteja aberto a ajustar sua abordagem de ensino com base no feedback dos alunos e nas necessidades emergentes do grupo.

  10. Continue aprendendo e crescendo: Busque oportunidades de desenvolvimento profissional contínuo para aprimorar suas habilidades de ensino e se manter atualizado com as melhores práticas educacionais.


Estes são apenas alguns exemplos de mandamentos que os instrutores podem adotar para aprimorar sua prática de ensino e proporcionar uma experiência de aprendizagem significativa para seus alunos.


Dr. Ernani Amaral

Enfermeiro do Trabalho (2016), Técnico em Segurança do Trabalho (1990), Enfermeiro (2013), Especialista em Segurança Contra Incêndio e Pânico (2017), Especialista em Urgência e Emergência e APH (2015), Especialista em Docência no Ensino Superior (2016), Instrutor de CIPA (1989), Instrutor de Trabalho em Altura (2019), Instrutor de Espaço Confinado (2019), Diretor da Resgate Brasília - Assessoria e Consultoria em Segurança do Trabalho (2010) e Instrutor/Responsável Técnico da CTILSB - Centro de Treinamento Internacional Life Support Brasil (2004).

Comments


bottom of page